MISSIONÁRIOS POR UM DIA


Pr. Zilmar Ferreira Freitas

Divisão de Planejamento

Nos momentos derradeiros do ministério de Jesus na terra, ele reuniu em torno de seus discípulos e entregou– lhes uma importante missão: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser – me – eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra”. (At. 1:8).
As palavras “tanto” e “como” nos mostram a dinâmica da missão. Os discípulos deviam testemunhar em Jerusalém e simultaneamente na Judéia, a sua região, e em Samária, um pouco mais longe, e ate os confins da terra. Todos nós somos discípulos; assim, temos a responsabilidade de alcançar o mundo, começando onde estamos.
Nos primeiros séculos da era cristã as igrejas enviaram missionários, obedecendo á ordem de Jesus. Do ponto – de – vista humano, evangelizar o mundo é uma tarefa impossível. William Carey saiu da Inglaterra com o apoio de um grupo pequeno. Nos tempos modernos, surgiram as agências missionárias, para administrarem e coordenarem os esforços para a manutenção da obra missionária, porque nem todas as igrejas acomodaram – se diante da obra que é sua. É mais cômodo levantar uma vez por ano uma oferta para o trabalho missionário... Mesmo assim, temos conseguido grandes conquistas. Imagine agora o que poderia ser feito se cada igreja voltasse a assumir sua missão. Teríamos um aumento significativo no numero de missionário. Alcançaríamos povos que ainda não foram alcançados.
É com este pensamento que desafiamos cada igreja a assumir sua responsabilidade de participar mais diretamente da obra missionária.
Todos fomos chamados para sermos missionários, mas muitas vezes não somos chamados a ir.
Alguém precisa ir e o ministério que podemos e devemos fazer é contribuir para que alguém vá.
Poderíamos ser missionários por um dia, se dedicássemos um dia em cada trinta a missões. Estaríamos também obedecendo ao “IDE” o de Jesus.
Um dia de trabalho dedicado a Deus para a obra missionária certamente seria uma grande bênção.
Há muitos motivos pelos quais a sua igreja poderia participar desse ministério. Eis alguns:
1. Esse ministério é bíblico (I Tess. 1:8).
2. Esse ministério é da vontade de Deus, pois essa é a missão da igreja (João 15:16).
3. Esse ministério torna a igreja missionária, pois a “chamada de missões” fica acesa durante todo ano, e não apenas uma ou duas vezes no ano.
4. As igrejas que têm participado na adoção de missionários são as mais abençoadas e as que mais crescem.
Queremos desafiar cada igreja a participar do PAM – Programa de Adoção Missionária, sendo MISSIONÁRIO POR UM DIA, dedicando mensalmente um dia de trabalho para que a igreja e/ ou pessoas físicas possam adotar missionários.
Se você quiser saber quanto ganha em um dia trabalho, divida o seu salário por 30. O valor encontrado será equivalente a um dia de trabalho. Em números redondos, um dia de trabalho representa 3,5% do salário mensal.
Se Deus tocar no seu coração para participar, você não entregaria somente os 10% (o dizimo) que é Senhor, mais sim 13,5%. Quando você entregar um dia de trabalho para missões, estará simbolicamente sendo missionário pelo menos um dia no mês!
Você quer ser MISSIONÁRIO POR UM DIA?


(Adaptado do Projeto Seja Missionário por um Dia, da IB do Jardim Joari

– Campo Grande – RJ).

Comentários

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Postagens mais visitadas deste blog

Jogral de Missões Infantil

PROGRAMAÇÃO PARA DIA INTERNACIONAL DA MULHER

História de Zaqueu