quinta-feira, 29 de abril de 2010

Plano de Frequencia para Revista de Adolescentes

 Fazer no Excel uma tabela normal com o nome dos alunos e com os requisitos de frequencia (presença, bíblia, revista, oferta, visitante e atividade). Imprir  em uma cartolina.
Fazer um trenzinho de missões, colar a tabela de frequencia, na frente colocar o maquinistas e os vagãozinhos ao longo da tabela, dentro dos vagãozinhos colocar o versiculo de Marcos.15.16.

Ao redor da cartolina enche de bandeirinhas dos paises. Mapas Múndi e do Brasil: Nas paredes das salas coloque os mapas do Brasil e do mundo. Em cima do mapa do mundo, coloque a frase "Dái-me o teu amor pelas as nações", faça as letras com papel laminado, e cole em uma cartolina. No mapa do Brasil faça as letras alternadas de verde e amarelo com a frase "O Brasil é do Senhor"

Fonte: http://www.escoladominical.net/forum/viewtopic.php?f=155&t=4980

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Festa do Amor Perfeito

Convite: As crianças irão preparar o convite preenchendo os dados, recortando o oval na frente do cartão e dobrando-o nas linhas pontilhadas.
Ornamentação: O tema escolhido para a festa é uma flor, chamada amor-perfeito. Caso você não conheça, esta é uma flor da família das violetas. Sendo assim, não podem faltar muitas flores na ornamentação da sala. Além de um bonito arranjo de flores naturais sobre a mesa principal, coloque também balões coloridos e flores recortadas em papel colorido nas paredes e portas da sala. Prepare um cartaz de boas-vindas e coloque à entrada da sala, junto com os crachás que as mães receberão. Esses crachás servirão para dividir as mães em grupos para as brincadeiras. Sendo assim, será necessário ter várias cópias de dois a quatro tipos diferentes de flor, de acordo com o número de participantes previsto para a festa.
Devocional: Na abertura da festa, explique o tema, relacionando o nome da flor com o amor de mãe. Em seguida, dê as boas-vindas a todos os presentes, apresentando os visitantes, se houver. Selecione alguns cânticos devocionais e também um texto bíblico para ser lido neste momento. Logo após, uma pessoa convidada antecipadamente poderá fazer uma breve reflexão para as mães, utilizando um exemplo bíblico. Em seguida, será feita uma oração de gratidão e dedicação a Deus pela vida das mães presentes. Ao final, as crianças deverão apresentar um cântico. Após o cântico, as crianças irão abraçar as mães.
Brincadeiras: O período de brincadeiras deve ser bem descontraído, oferecendo uma oportunidade de confraternização entre as mães e também com os próprios filhos.
Quem vencer cada brincadeira contará ponto para o grupo ao qual pertence. Ao final, distribua pequenos brindes para os vencedores.
Quem É o Meu Filho? Esta é mais uma brincadeira de pesquisa bíblica. Desta vez, deverão ser lidas as charadas abaixo para as mães (pode ser uma representante de cada grupo) descobrirem quem são os filhos das mães citadas. O grupo representado que tiver mais respostas respondidas corretamente ganhará o ponto. Uma outra opção para esta brincadeira é numerar as charadas e deixar cada grupo escolher um número por vez. Desta forma, qualquer mãe participante daquele grupo poderá responder.
1. Meu nome é Isabel, e sou esposa do sacerdote Zacarias. Meu filho foi o precursor de Jesus. (João Batista)
2. Meu nome é Maria, e entoei um cântico muito bonito quando fui visitar minha prima, estando grávida do meu primeiro filho. (Jesus)
3. Meu nome é Raquel, e meu filho se tornou governador do Egito.
4. Meu nome é Sara, e tive o meu primeiro filho quando já estava bem idosa. (Isaque)

Lembrancinha


Material:
Papel colo set vermelho
Florzinhas tipo mosquitinho colorida

Preparo:
Depois de dobar a folha, cole as florzinhas dentro do coração e por fora desenhe e pinte corações na cor preta.


Festa da Caixa

Convites: Coloque os convites numa caixa bem enfeitada. Deixe uma abertura no meio da caixa que permita às crianças enfiarem as mãos dentro dela. Escreva esta frase em cima: “Pegue um! Somente para os Amigos de Missões”. Coloque a caixa num local onde todas as crianças tenham acesso para despertar seu interesse.
Meditação: Mostre três caixas às crianças. Uma caixa deve ser pequena e bem feia, mas dentro deve ter uma nota de R$l0,00. A maior caixa deve ser bem bonita, e dentro dela ter uma pedra. A terceira caixa deve ser de tamanho média, e vazia. Chame três crianças para abrir as caixas. Pergunte qual caixa era mais valiosa e o que deu este valor à caixa. Pergunte qual tipo de presente às crianças preferem ganhar, uma caixa bem bonita, ou um presente bem legal. Mostre caixas espalhadas pela sala e diga que vamos brincar muito com as caixas durante a festa, mas a caixa não é tão importante quanto o conteúdo dela. E a mesma coisa com as pessoas. Não é a aparência que é importante, mas o que está dentro dela.
Uma vez, Samuel tinha a tarefa de escolher o rei de Israel. Ele procurou o rei entre os homens altos e bonitos, mas não o achou. Deus falou com Samuel dizendo: "Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem.... Não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas eu vejo o coração." (l Samuel 16.7) Aí que Samuel encontrou a pessoa que Deus tinha escolhido para ser o rei. Era Davi, o caçula e menor da família. Samuel não reconheceu que Davi seria um grande homem um dia, mas Deus sabia. Em outras palavras, nossos corpos são como as caixas. Eles escondem o que está dentro de nós. O que sentimos, pensamos o que queremos como tratamos os outros e nosso relacionamento com Deus é mais importante do que a aparência.
Para Deus o tamanho não importa. Todos são amados por ele. Por este motivo ninguém deve olhar para uma criança pequena e dizer que ela não tem valor. Do mesmo modo, a criança pequena não deve pensar que ela merece tratamento especial porque ela é pequena. Para Deus todos são importantes!
Cânticos: Cante músicas de amizade e integração 

Deus é bom pra mim(2x)
Contente estou feliz eu vou 
Deus é bom pra mim.

É bom, é muito bom, é muito bom
Ter Jesus no coração. (2x)
Andar com Ele juntinho dEle
É muito bom ter Jesus no coração
Andar com Ele juntinho dEle

É muito bom ter Jesus no coração

Oração: Forme um círculo com os Amigos de Missões, Embaixadores e Mensageiras intercalados. Um representante de cada grupo deve orar.
Brincadeiras: Para promover entrosamento entre os Amigos de Missões, as Mensageiras do Rei e os Embaixadores do Rei, os membros das organizações devem estar representados em cada grupo. Todas as brincadeiras são feitas em grupos, mas será importante mudar os grupos depois de cada jogo para promover mais integração. Não dê prêmios aos ganhadores dos jogos, enfatizando que o verdadeiro prêmio é a alegria em fazer amizades.
Construção: Divida as crianças em grupos de 6 a 8 e dê material como cola, papel colorido, etc. Dê um limite de tempo para cada grupo transformar sua caixa (deve ser uma caixa bem grande) no que quiser. Cada grupo deve ter um adulto presente para ajudar a cortar as portas ou janelas da caixa. Quando o tempo acabar, cada grupo apresenta sua obra-prima.



Lanche: Prepare um bolo surpresa. Coloque bolo, salgados e refresco para quatro pessoas numa caixa e escreva um número na frente da caixa. Prepare caixas suficientes para servir todo o grupo, cada caixa com um número diferente. Prepare papéis em que estejam escritos os números correspondentes aos números da caixa. (Por exemplo, se há uma caixa número 5, deve preparar quatro cópias do número 5, porque há um lanche para quatro crianças naquela caixa). Cada criança pega um número, se junta com as crianças que têm o mesmo número, e as crianças deste grupo vão lanchar junto.

Trabalho com os Varões e Senhoras na EBD

Tenho duas sugestões para você desenvolver com os irmãos da sua igreja. Na verdade são trabalhos para envolver toda a igreja, mas debaixo da direção dos irmãos.
O primeiro é realizar uma festa des missões onde cada grupo da igreja (senhoras, jovens, crianças,...) escolherá um país e montará um espaço nas dependências da igreja com comida e roupas típicas, além de todas as informações sobre as necessidades do país, principalmente espirituais.
As comidas são vendidas e o dinheiro enviado para os missionários.
É uma grande festa, que envolve toda igreja. Pode ser realizada com outro enfoque: comunhão, conhecimento bíblico, etc... Mas nesses casos você reformula a proposta inicial de acordo com a realidade de sua igreja.
Outra idéia é realizar um trabalho de evangelismo de grande impacto no bairro onde fica a igreja. Os varões mobilizam toda a igreja para passarem um sábado num lugar estratégico (uma grande praça, por exemplo) e montarem tendas com serviços para a comunidade. Os profissionais da igreja (enfermeiros, dentistas, advogados, cabeleireiros etc...) doam um dia do seu trabalho atendendo gratuitamente a população. Enquanto isso outros irmãos da igreja vão evangelizando os presentes.
Exige muita oração, planejamento antecipado (autorização da prefeitura, etc), mas o resultado é incrível, realmente uma benção.

Caixas











Trabalho com os Varóes na Igreja

terça-feira, 16 de março de 2010

Tv de papelão

Vamos fazer um programa de televisão?

Vais precisar:
- 1 caixa de cartão do tamanho de um televisor
- 1 tesoura sem bicos
- materiais de desenho – lápis de carvão, marcadores, tintas, etc.
- brinquedos para criar o cenário

Como fazer:
1. Começa por recortar o ecrã de televisão: faz um buraco na caixa, à frente

2. Desenha os botões na frente da caixa e pinta a tua televisão de cartão

3. Pensa no teu programa de televisão. O que vais fazer? Um filme, um programa de notícias? Quantos actores vais precisar? Precisas de música?

4. Escolhe os elementos do cenário, que é tudo aquilo que se vai ver no programa

5. Faz um buraco na parte de cima da televisão para poderes colocar os elementos do cenário

6. Agora que esta tudo pronto, podes fazer o teu programa de televisão. Convida alguém para assistir.

Para os teus pais:
Esta actividade ajudará a criança a reflectir sobre os programas que vê na televisão. Mesmo acompanhando, diariamente, o que a criança vê na televisão, nem sempre conseguimos perceber quais as implicações efectivas que os programas têm na sua vida emocional: assuntos que não consegue compreender ou compreende mal, coisas que lhe metem medo e ela não é capaz de explicar, etc. As actividades de faz-de-conta ajudam a criança a exprimir muitas destas emoções e, se focarmos essa actividade no conteúdo televisivo, podemos compreender alguns dos efeitos que esses conteúdos podem ter na sua vida.

segunda-feira, 15 de março de 2010

A LIÇÃO DO PANTANO

Era uma vez um riacho de águas cristalinas, muito bonito, que serpenteava entre as montanhas.
Em certo ponto de seu percurso, notou que à sua frente havia um pântano imundo,
por onde deveria passar. Olhou, então, para Deus e protestou:
- "Senhor, que castigo! Eu sou um riacho tão límpido, tão formoso,
e você me obriga a atravessar um pântano sujo como esse! Como faço agora?"

Deus respondeu:
- "Isso depende da sua maneira de encarar o pântano. Se ficar com medo,
você vai diminuir o ritmo de seu curso, dará voltas e, inevitavelmente,
acabara misturando suas águas, o que o tornará igual ao pântano.
Mas, se você o enfrentar com velocidade, com forca, com decisão,
suas águas se espalharão sobre ele, a umidade as transformara em gotas que formarão nuvens,
e o vento levara essas nuvens em direção ao oceano. Ai você se transformará em mar".

Moral da história?
Assim é a vida. As pessoas engatinham nas mudanças.
Quando ficam assustadas, paralisadas, pesadas, tornam-se tensas e perdem a forca.
É preciso entrar pra valer nos projetos da vida, até que os rios se transformem em mar.
Se uma pessoa passar a vida toda evitando sofrimento,
também acabará evitando o prazer que a vida oferece.
Quantos, ao passar por tribulações, questionam a Deus e se revoltam contra Ele
sem compreender que aquela dificuldade momentânea o levará à vitória…
Há milhares de tesouros guardados em lugares onde precisamos ir para descobri-los.
Há tesouros guardados numa praia deserta, numa noite estrelada, numa viagem inesperada…
O importante é ir ao encontro deles,
ainda que isso exija uma boa dose de coragem e desprendimento.
Não procure o sofrimento.
Mas, se ele fizer parte da conquista, enfrente-o e supere-o.

Hoje, eu quero te dizer o seguinte
Não tenha medo de sofrer ou de e
Arrisque, ouse, avance na vida.
Ela e uma aventura gratificante para quem tem coragem de arriscar.

Lembre-se de que Jesus disse

Tudo é possível ao que crê.
TUDO! Até mesmo as coisas aparentemente impossíveis.

Estou lhe desejando um dia de luz e uma semana de inúmeras bênção.

Felicidades.

Um grande abração.

quinta-feira, 4 de março de 2010

ARVORE DE FREQUÊNCIA

OBJETIVO:
Incentivar a freqüência das crianças à Escola Dominical,

MATERIAL:
• Cartolina Dupla-face marron – para o desenho do tronco de uma árvore, com muitos galhos, longos e finos;
• Cartolina Dupla-face verde – cortar folhas tantas quantas se fizerem necessárias para o trimestre
• Cartolina Dupla-face parda (laranja, ocre ou beje): cortar folhas tantas quantas se fizerem necessárias para o trimestre;

MÉTODO:
• A cada domingo o professor colocará na árvore:
o uma folha verde (com o nome da criança e o n° da lição correspondente) para os alunos que estiverem presentes na Escola Dominical;
o uma folha laranja (com o nome da criança e o n° da lição correspondente) para os alunos que faltaram à Escola Dominical;
• À medida em que transcorre o trimestre, a “árvore da frequência” servirá de “termômetro” para se avaliar como está o andamento daquela sala: se a árvore estiver mais “verdinha” é que está indo bem, e se tiver com muitas folhas pardas, é como se a sala estivesse “morrendo”... Deve-se incentivar os alunos a manter aquela árvore viva....!
• Ao final do trimestre, serão retiradas todas as folhas da árvore, e serão feitas “árvores” individuais para cada aluno; Já que todas as folhas tem nome, e n°, será fácil identificá-las. Assim, cada aluno receberá uma folha com um tronco desenhado (pintado ou colado), e nele colará suas folhas (cada aluno deverá receber 13 folhas, de acordo com sua freqüência), e assim poderá analisar, como foi sua participação durante o trimestre.
• O interessante é que o aluno que teve muitas faltas, vai tentar, no próximo trimestre, ter uma árvore mais verdinha...

DICAS:
• Para saber o tamanho ideal para as folhas, faça um “c” com sua mão, utilizando os dedos polegar e indicador. Não precisa ser um “C” ‘gordinho’ demais...
• Coloque sempre o primeiro nome de cada criança (escrita com canetinha hidrocor), e coloque só o n° da lição, dentro de um círculo abaixo ou acima do nome;
• Quando for colar na árvore, utilize uma gotinha de cola ou um ‘rolinho’ feito de durex, para facilitar na hora de retirar ao fim do trimestre;
• De preferência, delimite o local da árvore, colando o tronco numa folha grande de papel cenário (tem folhas de 1 metro de comprimento);
• Cole as folhas aleatoriamente na árvore, para não parecer “artificial”... Você vai ver como vai ficar linda aquela árvore frondosa!! Ah! Não se importe de ficar algumas folhas tapando outras... é normal. O importante não é ver, por enquanto o nome dos alunos, e, sim, se a árvore está “indo bem ou não”;