Páginas

terça-feira, 9 de junho de 2009

Dia dos Pais

PROGRAMA PARA O DIA DOS PAIS
O PAI QUE CRESCE (Sugestão enviada por Sidnéia da Silva Gonçalves e adaptada para o Site SAF)
Antes da reuniãoMontar três quadros de flanelógrafo. Cortar em cartolina três faixas maiores e bem coloridas, em cada uma escrever: COMO HOMEM; COMO CRISTÃO; COMO PAI – são os três lances da escadaria. Em faixas menores escrever cada tópico a ser abordado – são os degraus de cada lance da grande escada. Atrás de cada faixa colar um pedaço de lixa (para aderir à flanela).
Introdução Dramatizar uma cena de programa da TV com dois personagens: a apresentadora e uma adolescente. Apresentadora - Vamos sortear o próximo contemplado a participar do programa “Realize todos os seus sonhos”. Aqui está! - (retira um cartão de uma sacola) - O nome da grande contemplada é MARIA DA SILVA!Adolescente (saindo dentre os assistentes e apresentando-se à frente) – Sou eu!Apresentadora – Maria da Silva, hoje vamos realizar o seu grande sonho. O que você quer? Uma belíssima casa? Ou prefere três carros importados? Ou um helicóptero? Ou 500 mil Reais em dinheiro? Qual a sua resposta?Adolescente (pensa um pouco e responde) – Tudo isto é muito bom, mas... o meu sonho, o que eu mais quero é UM PAI!
Dirigente da Reunião (que pode ser a própria apresentadora)Para os filhos o maior tesouro são os seus pais: o papai e a mamãe. Se uma dessas pessoas não está presente em sua vida, ou falha em seu relacionamento, certamente uma lacuna se formará e muitos problemas acontecerão como conseqüência desta falta. Certamente, é o que está acontecendo com a adolescente que acabaram de ouvir. Mas não basta ter o nome de PAI, é preciso saber SER PAI. E, assim como os pais querem ver seus filhos crescerem, os filhos também desejam que seus pais cresçam. Cresçam como? Cresçam assimilando e incorporando em sua vida os valores morais e espirituais que foram ensinados por Jesus em sua caminhada pela terra. Esta aprendizagem é um processo que se chama santificação, e que se inicia no momento em que entregamos nossa vida a Jesus. Podemos representar este processo por uma grande escada, com três lances. Enquanto vai subido a escada, cada qual aprende a perseverar, e a perseverança produz esperança, e na jornada da vida, cada degrau representa, cada dia de um viver mais santo.
Desenvolvimento Enquanto a mensagem vai sendo transmitida, a dirigente irá formando no flanelógrafo a escada que cada pai deve subir - o 1º lance (como homem), degrau por degrau – depois o 2º lance (como cristão), degrau por degrau – e por fim, o 3º lance (como pai).
Dirigente - Analisemos como o pai deve crescer:
1. COMO HOMEMO pai é cidadão de seu país, presente na sociedade, e por isso deve ser:
ESPERANÇOSO – 1Co 15.19 – É um pai que se preocupa com o bem estar da esposa e dos filhos. Providencia o sustento de sua casa, preocupa-se com a educação dos filhos e com a saúde de todos, para que os seus sejam cidadãos dignos e úteis à nação. Mas o pai não está preso somente a esta vida, a esta pátria terrena. No versículo citado, vemos que nossa esperança deve estar além desta vida. Quantas vezes, você papai, disse ao seu filho, esta semana, que Jesus vai voltar? Que temos um lar no porvir?
HONESTO – Rm 13.8 – A ninguém devemos ficar devendo nada. O homem honesto paga suas contas, não engana a ninguém, e sua honestidade tem início em sua fidelidade a Deus. Ele é fiel em obedecer à Palavra, é fiel nos dízimos e ofertas.
TEMPERADO – Pv 15.1– O pai tem que ter domínio próprio. Não pode ser briguento, nem responder com ira e aos berros. Sua palavra com os filhos e com os demais deve ser agradável e temperada.
ORDEIRO – 1Co 14.40 – Como cidadão responsável, o pai deve acatar as ordens do governo de seu país, obedecer às leis civis, ser promotor da paz e da justiça, reconhecer e respeitar os direitos do próximo.
SINCERO – Sl 101.2b – Um homem que fala a verdade, que tem prazer na verdade. Que não inventa mentirinha, porém o que sai de sua boca condiz com os seus atos.
2. COMO CRISTÃOÉ um homem que faz parte de uma Igreja e diante do mundo não se envergonha do evangelho, porque sabe que é o poder de Deus para a salvação de todo o que crê. Esse pai é:
MISSIONÁRIO – Pratica e ensina a seus filhos o “ide” de Jesus. É um homem que prega as boas novas. Prega com sua vida, com seus atos. Você, pai cristão, tem falado a seus filhos sobre a salvação que Jesus dá? O exercício do pai missionário começa em casa.
MODIFICADO - 2Co 5.17 – Um homem novo, modificado pelo Espírito Santo de Deus, que anda em novidade de vida, cujas ações são santas, diferentes das ações do homem do mundo. Para que seus filhos também se tornem “Novas Criaturas”, o pai tem que testemunhar que Jesus Cristo mudou o seu viver.
OBEDIENTE – Hb 5.8 - O pai, como bom cristão, obedece à lei de Deus. Permanece firme diante das tribulações e tentações deste mundo, seguindo o exemplo de Jesus, que foi obediente até a morte e morte de cruz. E ensina a seus filhos que a verdadeira felicidade está em obedecemos aos preceitos encontrados na Bíblia.
IMACULADO – Mt 5.8 / Lc 6.45– O pai precisa demonstrar que tem um coração limpo. Nunca se envolver em sujeiras e escândalos. Suas palavras devem revelar sabedoria e santidade. Nunca usar termos vãos, que não edificam.
3. COMO PAIComo age o pai cristão? Como ele deve proceder?
ÍNTIMO – Jo 15.5 – Mostrar ao filho que, mesmo sendo uma pessoa madura, como pai ele depende de Deus, que sem Deus nada faz. Fazer o seu culto doméstico, mostrando sua intimidade com Deus. E também se tornar íntimo do seu filho, a fim de que, nos momentos difíceis, ele não procure soluções fora, mas busque o conselho de seu pai.
AMIGO - 1Pe 3.8 – Em todo tempo o pai deve se mostrar amigo de seu filho. Procurar compreendê-lo e ser seu companheiro. Juntos devem fazer as lições da escola, passear, jogar futebol, andar de bicicleta, nadar, ir ao cinema... Não é só pai, é mais que isto: é um grande amigo! Mas para ser amigo, é preciso estar presente.
DISCIPLINADOR – Ef 6.4 – Como um pai pode criar um filho na disciplina e na admoestação do Senhor? Primeiramente, estando presente. Há muitos que acham que esta tarefa é “coisa da esposa”. Há pais que nunca perguntaram: “Filho, como foi o seu dia, hoje?” No entanto, ambos, mãe e pai são responsáveis, diante de Deus, pela criação dos filhos. Em segundo lugar, há os que acham que não devem disciplinar, pois isto vai tornar os filhos adultos tímidos e medrosos. Não é o que diz a Bíblia. Basta conferir no livro de Provérbios: 13.24; 22.6; 23.13-14; 29.15.
AMOROSO – 1Jo 4.7 – Nas ações de um pai deve sempre existir amor. No olhar do pai, em sua amizade, até mesmo quando repreende, em tudo o filho deve sentir que seu pai faz por amor. A criança precisa saber que o amor é algo muito bom, pois assim, quando o pai lhe falar de Jesus, que é todo amor, ela entenderá e entregará a Jesus o seu coraçãozinho.
PACIENTE – 1 Ts 5.14 – Nas adversidades, diante dos problemas, pai, seja paciente. Seja paciente para entender seu filho e para ensiná-lo na Palavra de Deus. Se a recomendação bíblica é que sejamos longânimos com todos, tudo deve começar no lar. Quantos pais há que estão sempre em ponto de bala, sempre prontos a explodir? Seja um pai paciente.
CONCLUSÃOQueridos pais, estes três lances da grande escada da vida que têm de subir, não são vividos separadamente, mas têm que estar entrelaçados em cada dia de seu viver. Que em cada dia de suas vidas vocês possam ser exemplo como homens, como cristãos e como pais.
Que Deus os abençoe dando sabedoria, força e muitas alegrias. Que vocês possam ouvir de seus filhos: “Esse é o melhor pai do mundo, O MEU PAI!”

Um comentário:

Adriana disse...

a ´paz querida tb sou prof da ebd gostaria de receber mais lembrançinhas para ela bolar com os alunos pra presentear os pais ,se possível vc poderia madar pro meu orkut que é adriana2008isaque@bol.com.br. parabesn que deus derrame chuvas de bençãos sob toda tau familai fica na paz bjs