Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2008

ABC DA MAMÃE

AME seu filho para ser amada por ele.
BENDIGA a Deus por tudo que dele recebeu.
CREIA na sublime missão que Deus lhe confiou.
DISPONHA-SE a ajudar seus filhos com bons conselhos.
EDUQUE não só com palavras, mas com o bom exemplo.
FAÇA com amor o dever de cada dia.
GARANTA, cada vez mais, um Mundo Melhor para seus filhos.
HOJE leia a Bíblia com atenção e esperança.
INSPIRE seus filhos a praticar as virtudes.
JUSTIFIQUE seu casamento, amando ainda mais seu esposo.
LEMBRE-SE de orar e ensinar os filhos a conversar com Deus.
MANTENHA-SE firme nos ensinamentos de Cristo.
NÃO se iluda com as coisas mundanas.
ÓDIO e inveja, mantenha-os longe de seu coração.
PENSE que amanhã será melhor, se hoje você viver bem.
QUEIRA o bem, sem escolher a quem.
REFLITA... para acertar.
SORRIA diante dos problemas.
TIRE os maus costumes de seus filhos.
USE as mãos maternas, somente para acariciar e não para bater.
VENÇA as dificuldades pela fé e pelo otimismo.
ZELE, com carinho todas estas recomendações e descubra o êxito e a fel…

NAS MÃOS DA MINHA MÃE

TODOS - "A mão que embala o berço é a mão que dirige o mundo."
1 FEM. 2 MASC. - Sim, é mesmo verdade que no lar se modela o caráter.
TODOS - (Murmuram: "Boi da cara Preta" - Cantiga de Ninar.)
3 FEM. - Era assim que mamãe cantava, para me fazer dormir;
VOZES FEMININAS - era assim que mamãe cantava...
3 MASC. - E o seu canto suave, a gente não esqueceu nunca mais!
2 FEM. - Nas mãos das mamães está o destino do mundo.
1 FEM. 2 MASC. - O meu amor profundo reconhece e canta neste dia
3 FEM. - às mamães, que, com sabedoria, desde cedo já ensinam:
1 MASC. - o homem a cuidar da terra, o lavrador;
2 FEM. - a paciente enfermeira, a cuidar de seus doentes;
3 MASC. 1 FEM. - o que escreve nos quadros - o professor...
TODOS - E o seu dia, mamãe, é um somente entre tantos,
3 FEM. - um dia apenas, para quem sempre cuidou da gente,
2 MASC. - incansável, sempre forte, paciente...
3 FEM. 1 MASC. - E quando vejo hoje o mundo mergulhado em seus conflitos:
3 MASC. - tóxicos, guerras, marginalização...

Às nossas mães

Mãe de todos os dias. Mãe solteira, mãe casada; com cinco, dez filhos; esperando o primeiro na barriga arredondada. Mãe nos prédios, nas pontes, nas favelas, trazendo pelas mãos a meninada. Lá vem ela.
Mãe de dia e de noite. Dor do parto, da partida. Solidão, alma dividida. Mãe que rala todo dia, vende bolo, varre rua, limpa casas, planta mandioca e colhe ninharia.
Mãe valente, coragem viva. Rasgo de afeto, mártir e diva. Mãe no riso e na dor, no sim e no não, no suor e no amor. Mãe na janela, esperança na praça. Maio de flores, saudade chorada na lembrança do filho desaparecido.
Mãe que não cansa. Busca incessante por Justiça, paz e qualidade de vida. Mãe de joelhos, prece sentida, coração apertado, panela vazia. Olhar assustado, esperança perdida. Mãe que levanta, sacode a poeira, enxuga os olhos, encontra a saída.
Mãe natureza farta e bela. Mãe Terra, mãe das matas e das águas. Mãe de todas as mágoas. Mãe que ensina o caminho de volta e o caminho de ida. Mãe de leite, deleite. Memória …

Um lugar especial no coração da mamãe

Teatro Dia das mães:

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...
(Repete nove vezes, por isso é preciso dar uma expressão diferente, alívio, alegria, orgulho, consciência, meiguice...)

Crianças fala 2 (entram com frutas, saquinhos de super, avental, panela...) – Todas falam juntas:
...porque ela se preocupa com a minha alimentação!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 3 (entram com roupas de dormir, caixa de remédios e primeiros socorros, termômetro, colher, travesseiro, bolsa de água quente...) - Todas falam juntas:
... porque ela fica muito preocupada e acordada a noite toda quando eu fico doente!
Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, co…

MÃE

Dora Ferreira da Silva
Delineando o perfil no jardim Entreabri suas pétalas : de olhos alçadosguardavam seu pólenanéis de ouro velho e prata cansada. De sonhos mais fortes que o presente. Mas este fulgura às veze estão súbito e exaltado que o futuro nele despenha águas agitadas.
Mãe pequena ramo em meus braços de tantos sorrisos idos passos rostos severos laços e sustos coisas doídas. Mas entre as folhas baças a cor do inesperado: violetas escondidas.

SER MÃE

Avaniel Marinho
Já amanheceue as mães
acordaramantes que a
cordado relógio disparasse!
Entardeceu...
a tarde se foi e as mães
estão atentas às trelas tão
espertas dos filhos acordados.
Eis que anoiteceu...
Chegou a noite
e as mães estão em alerta
ao sono dos filhos;
ao som e aos mínimos movimentos.
Já amanheceu...!
Deus dê os céus às verdadeiras mães!

POEMAS DAS MÃES

AS MÃES SÃO BONECAS QUEBRADAS QUE NÓS ESQUECEMOS NO SÓTÃO
UM DIA FORAM ROMÂNTICAS E AMARAM DESESPERADAS
RESPEITEM O SEU SEGREDO QUE EXPLODE EM SÚBITAS LÁGRIMAS
EMBORA PAREÇAM ESCRAVAS TODAS POSSUEM UMA ALMA
NA VERDADE SÃO MULHERES QUE SONHARAM APAIXONADAS
E UM DIA SEM TER REMORSOS DESPEDIRAM-SE DE CASA
NA VIDA E NO ROMANCE SÃO ESTRANHAS PERSONAGENS
PERDIDAS DE SEUS VOLUMES NA POEIRA DAS ESTANTES
EU SOU A QUE ENSAIOU O VÔO MAS PERMANECEU NA PRAIA
AQUELA QUE CRUZOU O PORTO MAS VOLTOU NA HORA MARCADA
SALVOU-ME A MARESIA DO CONVÉS DOS TRANSATLÂNTICOS
E O HÁBITO DE REGER OS PÁSSAROS AO CHEGAR A MADRUGADA
OS PARTOS COBRIRAM MINHAS ASAS DE RAÍZES E FOLHAS DE ÁRVORES
E TRÊS ROSTOS DIFERENTES COMPLEMENTAM MINHA FACE
O JEJUM ME DEVOLVEU A PRIMEIRA VIRGINDADE
E EU ME TORNEI A MÁRTIR DE UMA ESTÓRIA EXTRAORDINÁRIA
AS MÃES SÃO APENAS MULHERES ASPIRANDO À DIVINDADE
O ESPÍRITO DE AVENTURA SUBLIMADO NA PAISAGEM
CRITICADAS POR SUAS FILHAS SOBREVIVEM COMO FADAS
SÃO AS PRIMEIRAS MURALHAS QUE DESEJAMOS QUEBRADAS
ASSIM COMO E…

QUEM É?

Acho que ela é diferente,
Para mim, de toda gente:
Até parece que entrevejo
Em seus olhos, num lampejo,
Um cèu radioso, um paraíso!
Outras vezes o diviso
Na maeiga expessão do rosto,
Se me fita.
E com que gosto
E paciência me auxilia,
Ensinando cada dia,
Quando erro ou me entristeço.

Também sofre, se padeço,
Mas, ao ver-me bem contente,
Mais prazer ainda sente.
Se consola, é com douçura:
E justa e terna, se censura;
Tudo nela é bom e belo,
O amor é o só anelo
Do seu grande coração.
"Mas, quem é tal perfeção?"
Talvez digam. Pois não sabem?
Ela... ela é minha mãe!

MÃEZINHA

Minha mãezinha é a pessoa
que a mim, na terra, mais ama.
A noite, risonha e boa,
vem ver-me na minha cama,

cobre-me be, faz-me festa.
Se rio, indaga: - "Que foi?"
Por fim, me beija na testa,
dizento: - "Deus te abençoe."

Durmo. E, enquanto estou dormindo,
de sonhos tudo se estrela.
Mas o meu sonho mais lindo
é quando sonho com ela.

SE EU PUDESSE